Inizio > Attività culturali > 17/06/2011 Mercoledì 18 maggio 2022
 

ITF promove NOITE CULTURAL – “Música Sacra numa visão Contemporânea”


 
 
 
Luogo:


Cronaca:
 
PUA

17/06/2011

Noite Cultural: “Música sacra numa visão contemporânea”

Músicas apresentadas pelo Coral e Orquestra de Câmara da UCP
TU ES SACERDOS - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
TERRA TREMUIT - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
STABAT MATER - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
SANCTUS - MISSA SUZUKI - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
PASCHA NOSTRUM - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
JUBILATE DEO - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
CAELI ENARRANT GLORIAM DEI - Orquestra de Câmara e Coral da UCP
AGNUS DEI - MISSA SUZUKI - Orquestra de Câmara e Coral da UCP

Por Frei Marcel Freire da Silva, OFM

Petrópolis (RJ) – A segunda Noite Cultural da Faculdade de Teologia do Instituto Teológico Franciscano contou com a casa cheia e foi recebida com grande expectativa pelos presentes, tanto no local do evento quanto pela transmissão online via internet.

Antônio Gastão, diretor artístico e regente do Coral e Orquestra de Câmara da UCP, com sua grande maestria correspondeu à altura esta expectativa. Com um programa todo de sua própria autoria, Gastão apresentou, por meio de um concerto didático, uma missa completa e uma peça propriamente de concerto ao final. O programa incluía peças bastante expressivas e bem pensadas para o momento ritual a que pertenciam. Na ordem foram apresentadas as peças: Ecce sacerdos Magnus (canto Processional de Entrada), Kyrie (da “Missa Suzuki”), Glória (da “Missa Suzuki”), Laudate Dominus de caelis (aclamação ao Evangelho), Caeli enarrant gloriam Dei e Terra tremuit (cantos de preparação das ofertas), Sanctus (da “Missa Suzuki”), Agnus Dei (da “Missa Suzuki”), Pascha nostrum (Canto de comunhão), Tu es sacerdos, Jubilate Deo (Final). E, por fim, uma peça belíssima e inspirada, o famoso tema Stabat Mater.

Dentre estas composições de Antônio Gastão destacam-se as partes fixas (Kyrie, Glória, Sanctus e Agnus Dei) da Missa Suzuki que segundo o autor foi baseada no famoso método Suzuki para iniciantes de violino, portanto os temas são baseados nesses exercícios. Também se destaca a última peça, Stabat Mater, de grande expressão e, por isso, de difícil execução.

Ao final de cada apresentação o maestro intervinha para explicar um pouco sobre como surgiu a inspiração para compor estas músicas e também alguns critérios que ele tinha de levar em conta ao compô-las. Foi uma oportunidade única em que o público pode apreciar o próprio compositor dar as razões de sua composição. Após a execução das músicas e da peça final, foi aberto um espaço para perguntas e curiosidades.

O intuito desta noite cultural está expresso em seu título: Música Sacra numa visão contemporânea, ou seja, a visão de um compositor dos tempos atuais o qual vem ao público apresentar suas próprias composições. Realmente uma noite para ficar na memória.

VEJA COMO FOI

 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
Pagina visualizzata 1735 volte
 
Share |
 
 
 
Martín Carbajo Núñez - via Merulana, 124 - 00185 Roma - Italia
Questa pagina è anche attiva qui
Webmaster