Inizio > Attività culturali > 14/06/2011 Martedì 21 maggio 2024
 

ITF encerra o Curso de Extensão: Sua saúde – espiritualidade na qualidade de vida


 
 
 
Luogo:


Cronaca:
 
PUA


ITF encerra o Curso de Extensão: Sua saúde – espiritualidade na qualidade de vida

“Experiências de reintegração: painel com convidados”


Por Frei Marcel Freire da Silva, OFM

Petrópolis (RJ) – O curso Sua Saúde – espiritualidade na qualidade de vida teve penúltimo encontro através de uma mesa redonda com quatro convidados: Padre José Carlos Medeiros Nunes, conhecido como Padre Quinha; Doutora Kycia Maria Rodrigues; Doutor Antonio Luís Chaves Gonçalves; e Frei Celso Márcio Teixeira, OFM.

A noite começou com a espirituosa e profunda fala de Padre Quinha, ele que é sacerdote diocesano de Petrópolis (RJ) há 15 anos um grande incentivador do Grupo Assistencial SOS VIDA e da Pastoral da AIDS na diocese de Petrópolis e fundador da Associação Oficina de Jesus. Atuou nas Paróquias de Corrêas, Itamaraty e Catedral.

O seu trabalho, hoje tão reconhecido, teve seu início na simples visitação aos doentes em hospitais da região. Ao fazer esta experiência Padre Quinha percebeu aos poucos que a visita deveria ser a mesma que Nossa Senhora fez à sua prima Isabel no Evangelho, ou seja, com pressa de chegar, mas sem pressa de ir embora, pois “Maria foi para amar”. Daí nasceu a luz para um grande questionamento: “Como lidar com o trauma dos enfermos? Simplesmente ouvir” e “Como visitar a todos? Simplesmente visitando um plenamente, pois a visita de um enfermo é a visita a Jesus, e Jesus visita todos os presentes”, disse Pe. Quinha.

Sendo assim, Pe. José Carlos Medeiros através de várias e emocionantes experiências com o SOS VIDA, a Associação Oficina de Jesus que cuida de dependentes de álcool e drogas, nas casas de acolhimento dos irmãos de rua, pode transmitir aos participantes uma verdadeira espiritualidade de reintegração concreta em sua própria vida e na vida de diversas pessoas que através dessas iniciativas se “converteram-se à vida”.

Em um segundo momento do encontro, a Doutora Kycia Maria Rodrigues do Ó trouxe aos participantes do curso uma exposição sobre a Hepatite, em especial a Hepatite C (HCV). Ela possui especialização em Gastroenterologia e Hepatologia. É pesquisadora do Laboratório de Virologia Molecular da FIOCRUZ e presidente do grupo HEPATOSERRA há oito anos.

Por meio de uma apresentação de slides, Dra. Kycia Maria explicou que a Hepatite C, conhecida como hepatite viral, diferente das outras, não possui vacina. E, na grande maioria dos casos, não apresenta sintomas na fase aguda. “80% dos contaminados pelo vírus da hepatite C desenvolverão hepatite crônica e só descobrirão que tem a doença em exames por outros motivos”. Com esta explicação ela assegurou que em se tratando dessas doenças infectocontagiosas, a realidade do Sistema Único de Saúde-SUS brasileiro é cruel e desumana. Uma vez que a falta de apoio e o descaso político levam o óbito de pessoas inocentes. O apoio a ONGs e iniciativas parecidas deve ser incentivado pela sociedade pública e a aproximação entre o Sistema de Saúde Público e Privado deve ser efetivado, pois o Estado está de braços cruzados frente a uma realidade naturalmente  tão difícil e que se torna perversa pela vontade humana.

Depois do coffe brack, o Sr. Antonio Luiz deu continuidade ao encontro com o terceiro momento. Antonio Luis Chaves Gonçalves é mestre na área médica, leciona da FMP/FASE, é colaborador do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP) ligado ao Hospital dos Servidores do Estado. Foi a partir desta realidade que sua contribuição enriqueceu o painel com a mesa redonda.

O médico Antonio Luiz ressaltou o aprendizado que ocorre no acompanhamento de doentes terminais e, em especial de seu trabalho com os portadores do HIV. Ele ainda compartilhou algumas experiências pelas quais passou junto ao DIP.  Segundo ele muito já se avançou para superar essa doença, mas ainda falta muito a fazer, inclusive no tratamento moral que ela acarreta. A reintegração deve ser plena, ou seja, corpo e alma.

E, para encerrar a noite, Doutor Frei Celso Márcio Teixeira , professor de Espiritualidade Franciscana na faculdade de Teologia do ITF, concluiu que todos os três participantes do curso desta noite apresentaram de modo inigualável a “espiritualidade prática e concreta” e é isto que se esperava desta noite de encerramento do curso sobre a saúde: espiritualidade na qualidade de vida.

Frei Antônio Everaldo Palubiack Marinho, um dos coordenadores do curso, ainda teceu algumas considerações acerca das apresentações da mesa redonda e agradeceu aos participantes pela disposição em dar sua generosa contribuição. Esta noite marca, em termos de programa, o fechamento do curso, pois, no próximo será feita uma avaliação. Mas, já se percebe entre os participantes o gratificante sucesso do Curso, também por sua proposta inovadora.

O ITF encerrou oficialmente o do Curso de Extensão Curso “Sua Saúde – espiritualidade na qualidade de vida”, no dia 21 de junho. À convite de Frei Everaldo, os alunos se reuniram para fazerem uma avaliação da programação e conteúdos apresentados. Muitos revelaram sua satisfação em ver os dois assuntos - saúde e espiritualidade - unidos sob uma mesma abordagem, o que não é tão comum. Disseram ter aprendido pontos importantes que além de conhecimento, se tornaram lições para uma transformação na própria forma de viver. "Este curso serviu como impulso para eu continuar a buscar um sentido para a vida", disse uma das alunas. De fato, este não é um caminho já encerrado com o curso, mas, sim, apenas uma parada para vislumbrar novos horizontes desta jornada. Após esta revisão/avaliação, os alunos se reuniram para uma alegre confraternização e breve despedida, já que alguns já se informavam sobre os novos cursos que a instituição irá promover no próximo semestre e demonstravam seu interesse a respeito.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
Pagina visualizzata 1667 volte
 
Share |
 
 
 
Martín Carbajo Núñez - via Merulana, 124 - 00185 Roma - Italia
Questa pagina è anche attiva qui
Webmaster