Inizio > Pubblicazioni > Carbajo Núñez Domenica 11 aprile 2021

Informazione sulla pubblicazione:
Pecado ecológico e reconciliação sacramental

 
 
 
 
Foto Carbajo Núñez Martín , Pecado ecológico e reconciliação sacramental, in Reconciliação Sacramental. Moral e prática pastoral, a cura di A.V. Amarante – F. Sacco, Ed. Santuário, Aparecida (São Paulo), 2020 , 241-251.

Abstract: “To commit a crime against the natural world is a sin against ourselves and a sin against God”. Therefore, Pope Francis invites everyone to implore God’s mercy, through the sacrament of Penance, “for those sins against creation that we have not hitherto acknowledged and confessed”. Taking into account the Papal teachings, this article emphasizes the need to make more evident the ecological dimension in the sacrament of Penance.
Key words: Ecology, Sin, Sacrament, Penance, Justice
 
Sumario: La explotación egoísta de la tierra es un pecado, pues “un crimen contra la naturaleza es un crimen contra nosotros mismos y un pecado contra Dios.” Por lo tanto, el Papa Francisco invita a abrazar la conversión ecológica y a implorar “la misericordia de Dios por los pecados cometidos contra la creación, que hasta ahora no hemos sabido reconocer ni confesar.” Teniendo en cuenta las enseñanzas papales, este artículo subraya la necesidad de hacer más evidente la dimensión ecológica en el sacramento de la Penitencia
Palabras clave: Ecología, Pecado, Sacramento, Reconciliación, Justicia


(Online book review): Dr. Martin Carbajo Nunez – Pecado ecológico e reconciliação sacramental (p. 241- 252) entende a “criação toda como um protossacramento” (p. 242), por isso, trata da dimensão sacramental do mundo sensível e da presença, na liturgia dos sacramentos, de sinais e símbolos tirados da natureza, fazendo notar que eles estão assim ausentes no rito sacramental da reconciliação (p. 242-244) A “grave crise ecológica, na qual nos encontramos, é um apelo premente a tomar consciência de nossos pecados contra a natureza, para colocar em ato uma profunda conversão interior e, consequentemente, para incluir a dimensão ecológica na celebração do sacramento da reconciliação” (p. 251). Chama a atenção para o fato de que, nos atos do penitente (exame de consciência, contrição, confissão, satisfação), se deveria dar mais atenção às responsabilidades pessoais para com a inteira criação (p. 244-249). Assim no desenvolvimento desse sacramento, deveria potencializar-se a celebração alegre do perdão recebido e da reconciliação reencontrada (p. 249-251). Trata-se de uma “reconciliação comunitária, da qual toda a Igreja deve participar com a oração e a penitência” (p. 249);



Parole chiave: Ecology, Sin, Sacrament, Penance, Justice, Ecologia, Pecado, Sacramento, Penitência, Justiça

 
 
 
 
 
 
Martín Carbajo Núñez - via Merulana, 124 - 00185 Roma - Italia
Questa pagina è anche attiva qui
Webmaster